Foto: Divulgação/Vasco

Um mês após ser anunciado pelo Americano como reforço para a disputa da Série A2 do Campeonato Carioca, o zagueiro André Ribeiro teve sua rescisão de contrato publicada no Boletim Informativo Diário (BID) da Confederação Brasileiro de Futebol (CBF), no último dia 26.

O atleta de 33 anos, que passou pelo Vasco em 2013, não conseguiu atuar em nenhum jogo-treino e sai antes da estreia do clube na Segunda Divisão Estadual – que acontece no próximo sábado (5), contra o Duque de Caxias, fora de casa.

Antes do Glorioso de Campos, André teve uma passagem, também rápida, pelo Macaé, indo a campo em apenas três oportunidades pela Série A do Carioca. Gerente de futebol alvinegro, Luciano Portella explicou a motivação do rompimento de vínculo:

Rescisão contratual publicada no BID da CBF

– Após a realização de exames clínicos, descobrimos uma lesão degenerativa no joelho do André. Ele conseguia treinar, mas ficava muito tempo no DM (departamento médico), voltava a treinar e retornava ao DM. Prestamos toda a assistência, porém identificamos que ele não conseguiria chegar à performance que desejamos. Então, em uma decisão conjunta com a comissão técnica atual e a equipe médica, optamos por esse caminho. Tive uma conversa com o jogador, ele entendeu e encerramos o vínculo em comum acordo – contou Portella.

O dirigente revelou ainda que a contratação do defensor aconteceu em concordância com Leo Goiano – primeiro treinador contratado na preparação para a A2 -, mas que a condução com o jogador no clube acabou gerando uma das “incompatibilidades de ideia”, citadas pelo clube ao anunciar a saída do antigo comandante antes mesmo de comandar o time no primeiro jogo-treino da pré-temporada:

– É um atleta que desde o ano passado me chamou atenção, e eu vinha tentando trazer para o clube. Aí, quando o Leo Goiano chegou, solicitou o André. Encaixou. Trouxemos, mas acabou acontecendo umas das divergências de ideia que mais à frente nos fez romper com o treinador:

A gente tem um protocolo adotado aqui, que determina ao atleta após a chegada, passar por uma série de avaliações, médicas físicas e psicológicas. Acontece que na metodologia do Leo, o jogador já vai direto para o campo, para depois passar por esse processo. Por isso, levamos mais tempo para descobrir o problema – completou.

Clube age rápido no mercado e faz reposição

Dois dias após a publicação da rescisão com André Ribeiro, o Americano anunciou a contratação do zagueiro Igor João. O defensor de 28 anos chega após disputar Campeonato Pernambucano 2021, pelo Afogados.

Cria das divisões de base do Remo, disputou por lá em 2015 a Série D do Campeonato Brasileiro e foi campeão paraense.

Dois anos depois, defendeu as cores do Leão do Norte na Série C do Brasileirão. Ao final da temporada 2017, chegou ao Macaé, para reforçar a equipe do Norte Fluminense na Série D nacional, Copa Rio e Campeonato Carioca.

Igor chega para se juntar a Espinho, Ruan Biliu, Anderson Penna e Vinicius, na retaguarda alvinegra.

– Muito feliz e motivado com esse desafio na minha carreira. Tive as melhores referências deste clube, sei da importância de jogar por uma instituição centenária e vamos em busca do principal objetivo, que é retornar o Americano para a Primeira Divisão – disse ao site oficial do clube.

8 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui