Bernardinho durante uma coletiva de imprensa (Foto: Marcelo Cortes/Flamengo)

A parceria entre Sesc-RJ e Flamengo pode ser a oportunidade de Bernardinho conquistar o tão sonhado título de campeão mundial de clubes. Em entrevista publicada pelo canal do Flamengo no Youtube, a FlaTV, o treinador falou das metas do projeto e contou que o clube pensa grande, ainda que o orçamento para a primeira temporada não seja dos maiores.

“Vamos fincar as bases para crescer. Nosso sonho é grande. O Flamengo quando pensa é Sul-Americano, Mundial. A gente pensa nisso, mas precisa de tempo. Não adianta conseguir um investimento altíssimo que dure dois anos. Precisa ser algo que dure décadas”, explicou.

Doze vezes campeão da Superliga com o Rio de Janeiro Vôlei (antes Curitiba Vôlei), Bernardinho segue como técnico desse clube, que agora veste a camisa do Flamengo. Em Mundiais de Clubes, a equipe foi vice-campeã em 2013 e 2017, perdendo nas duas ocasiões para o VakıfBank, da Turquia.

Anunciada há duas semanas, a parceria Sesc-RJ ainda não anunciou reforços, o que deve acontecer a partir dessa semana. A tendência é que o elenco não seja recheado de estrelas. “A expectativa é alta. Vamos brigar? Vamos brigar. Somos favoritos? Longe disso. O orçamento de quatro (times) pelo menos são maiores que o nosso”, explicou Bernardinho à FlaTV. Essas equipes seriam Praia Clube, Minas Tênis Clube, Sesi/Bauru e Audax/Osasco. O São Paulo/Barueri, de José Roberto Guimarães, fecha o Top6 do vôlei nacional feminino.

Assim como na entrevista coletiva de anúncio da parceria, Bernardinho exaltou a possibilidade de construção de um projeto longevo no Flamengo, revelando jogadoras. Ainda que o treinador seja proprietário da Escola de Vôlei Bernardinho, que tem 17 unidades no país e 13 apenas na cidade do Rio, o clube dele não tem equipes de base, algo que é forte no Flamengo.

“A gente alimenta os clubes do Rio, só que eu não tenho a base. A associação vai nos dar a possibilidade de estimular uma base cada vez mais forte. A ideia é que se torna um projeto longevo, autossustentável, que permaneça. Quero que daqui uns anos o vôlei seja visto no Flamengo como o remo é, o basquete é, com os pilares muito firmes”, explicou.

Rio de Janeiro – Seleção brasileira masculina de vôlei vence a da França por 3 sets a 1 no Maracanãzinho e vai às quartas-de-final ( Fernando Frazão/Agência Brasil)

Promovido da Superliga B em 2019, o Flamengo foi 10º colocado na sua reestreia na primeira divisão e abriu mão de sua vaga na elite do vôlei brasileiro para jogar pelo CNPJ do Rio de Janeiro Vôlei na próxima temporada. Existe a possibilidade de o Flamengo se inscrever na Superliga B e disputá-la com um time mais jovem, formado por meninas das categorias de base, como o clube chegou a estudar fazer no basquete.

Retirado de: UOL

13 COMENTÁRIOS

  1. 306626 879542Hi, ich habe Ihre Webseite bei der Suche nach Fernbus Hamburg im Internet gefunden. Schauen Sie doch mal auf meiner Seite vorbei, ich habe dort viele Testberichte zu den aktuellen Windeleimern geschrieben. 272332

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui