Maricá denunciou participação irregular de atacante Marcudinho no jogo de ida das quartas de final. Jogador estreou nas oitavas, contra o Volta Redonda. Foto: Leo Borges.

Situação recorrente nos campeonatos do futebol do Rio de Janeiro, o tapetão chegou à Copa Rio 2021.

A partida entre Maricá e Sampaio Corrêa, pelo jogo de volta das quartas de final do torneio estadual, está suspensa. O embate aconteceria na próxima quinta-feira (23).

O clube maricaense apresentou na última quinta-feira (17) ao TJD-RJ, uma denúncia dando conta que o Sampaio teria escalado um atleta em situação irregular no jogo de ida entre os times, disputado dois dias antes.

Após análise, o tribunal concedeu nesta terça-feira (21) um mandado de garantia atendendo ao pedido de liminar do Maricá e paralisando o confronto.

A decisão pontua que o atacante conhecido como Marcudinho foi condenado à suspensão de seis jogos em janeiro, um mês após o fim de seu contrato com o time de Saquarema.

Depois, passou por algumas equipes em outros estados, até regressar ao Galinho da Serra, em 20 de agosto.

Acesse a decisão na íntegra:

A última apresentação da agremiação na Série A2 foi no dia 7 do mesmo mês.

A reestreia de Marcudinho aconteceu na ida da fase anterior da Copa Rio (oitavas de final) contra o Volta Redonda – terceiro compromisso do Sampaio na competição. Na volta, ficou no banco e não foi acionado.

Contra o Tsunami, nas quartas, ele foi titular pela primeira vez na disputa.

O TJD-RJ determinou à Ferj que o resultado do jogo não seja homologado. Até a publicação desta matéria, não houve posicionamento do Sampaio Corrêa.

Panorama atual

Classificado, o Madureira aguarda a definição do imbróglio para conhecer o seu adversário nas semifinais.

Do outro lado do chaveamento, o Pérolas Negras aguarda o vencedor do cruzamento entre América e Americano.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui