O Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro (TJD-RJ) concedeu nesta segunda-feira (5) uma liminar favorável ao Americano, suspendendo a segunda semifinal da Taça Santos Dumont. O embate, que por enquanto só tem garantida a presença do Audax, já havia sido remarcado inicialmente para o dia 11.

Na próxima quinta-feira (8) o Pleno do tribunal julga o recurso do Alvinegro após em primeira instância o Friburguense ter sido absolvido por unanimidade no caso João Manoel.

Se a denúncia do clube campista acusando o Frizão de escalação irregular de atleta for rejeitada novamente, a análise pode ser levada ao Supremo Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), possibilidade que justifica a suspensão da semifinal.

Na tabela atual, é do Cano a vaga na disputa pelo lugar na final. O time chegou a oito pontos após vitória na última rodada e assumiu a 2ª posição em meio ao imbróglio judicial.

A princípio, as vitórias do Tricolor da Serra para cima do Duque de Caxias e do próprio Glorioso de Campos, haviam sido suspensas, mediante denúncia de que o atacante João Manoel teria entrado em campo em ambas, de forma irregular, por não constar no Boletim Informativo de Registro de Atletas (Bira).

Mas a Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj) já homologou o primeiro resultado – Americano 1 x 2 Friburguense – devolvendo três pontos à equipe de Nova Friburgo. A Ferj pontuou que para esse confronto, que aconteceu em 16 de junho, o prazo (cinco dias) para a notícia de infração foi excedido.

Apenas a partida disputada pela 4ª rodada, no dia 19, permanece sub júdice na tabela da Ferj:

A comunicação da suposta escalação irregular aconteceu no dia 22. Na mesma data, o contrato do atleta apareceu no Bira, com a seguinte observação: “ERRO NO SISTEMA. ATLETA PUBLICADO E GERADO EM 02/06/2021”.

Desta forma, a organizadora do campeonato assume que houve um erro em seu sistema e que o jogador na verdade teria sido registrado três dias antes do início da Série A2.

Também no dia 2, João foi publicado no Boletim Informativo Diário da Confederação Brasileira de Futebol (CBF):

Em sessão do Pleno com início marcado para às 15h desta quinta-feira, o processo envolvendo as duas agremiações será o quarto a entrar na pauta. Caberá à parte interessada que receber decisão desfavorável, ou à Procuradoria do TJD-RJ, caso não concorde com o resultado, encaminhar ao STJD ou não.

Uma das indicações do relator João Paulo Silva, foi apontada no sentido de que a Ferj explique o que aconteceu entre os dias 2 e 22, para que em dado momento o atleta tenha sumido do Bira, e como ocorreu a inclusão dele ao sistema no dia 22.

Veja a situação no Bira da Ferj:

Hoje, o Friburguense tem seis pontos. Recebendo parecer favorável ao final de todo o processo, o time volta a ter nove, e avança à semi. Caso contrário, sua pontuação pode ser zerada na classificação, com a perda dos três pontos conquistados contra o Duque, mais três, como determina o Código Brasileiro de Justiça Desportiva em situações como essa.

Enquanto isso, o Artsul assiste de camarote e aguarda para conhecer o seu adversário na briga pelo título do 1º turno. Tabela, classificação, placar em tempo real e tapetões à parte, você acompanha aqui no Nosso Esporte RJ.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui