Foto: Caio Almeida/BAC

Eliminado da Série D do Campeonato Brasileiro no último sábado (18), o Bangu anunciou a manutenção do projeto para o futebol profissional para 2022.

Através de suas redes sociais, o clube anunciou a permanência de Felipe Loureiro como treinador para a próxima temporada:

Em uma publicação anterior, o maestro já havia deixado uma mensagem otimista aos torcedores:

Estamos tristes pelo resultado, mas ao mesmo tempo, orgulhosos desses meninos. Eles souberam driblar todas as dificuldades deste ano atípico, colocando o Bangu em posição de brigar de frente com as equipes mais fortes desta série D do Brasileiro. Faz parte. Esse processo acontece. Importante é saber que estamos no caminho certo. Saímos de cabeça erguida. Futebol tem que ser jogado desse jeito. Para frente. Sempre. Mostramos um bom futebol e disso não iremos abrir mão. Nunca. Agradeço de coração pelo apoio da Comissão técnica, Diretoria, presidente, jogadores, staff… todos. Agora é olhar para frente. Estamos no caminho certo. Coisas boas virão. Disso eu tenho certeza. Muito obrigado a todos.

Confira a publicação na íntegra:

Em nota ao site oficial do Alvirrubro, o presidente do Conselho Diretor, Jorge Varela, ressaltou o trabalho feito até o momento e confirmou a manutenção de Felipe e toda a comissão técnica:

“Acredito em destino. Mesmo com toda tristeza após a essa eliminação. Tenho certeza que será superada pelo orgulho que estes jogadores, ao lado da Comissão Tecnica, Diretoria e torcedores, nos faz sentir neste momento. A camisa alvirrubra foi respeitada. Honrada. Num ano atípico, de pandemia e de receita a zero, nós podemos dizer que o Bangu se reinventou, mesmo com todas as dificuldades. Em uma temporada que parecia ser trágica devido ao nosso desempenho esportivo no Estadual deste ano, ela termina com sensação de que estamos no caminho certo.

Mesmo diante de tanta dificuldade conseguimos realizar um feito inédito. Classificação para a segunda fase de uma competição nacional. Fizemos um ano praticamente sem receita e com inúmeros problemas. No consolidado, nosso ano teve o saldo positivo. Foram seis atletas, oriundos do sub-20, atuando no time principal e diversos contratos de parceria com times grandes.

Quero agradecer a todos os funcionários, jogadores, staff, Diretoria e, principalmente, ao Felipe Loureiro e comissão técnica, por terem confiado no projeto e insistido até o fim. Mas este não será o fim. Lembram onde afirmei sobre acreditar no destino? A história não acabou. Daremos continuidade com Felipe e comissão técnica. Vamos por mais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui