Maior movimento independente de torcedores do interior do Rio de Janeiro, a Canomania carece da adesão da arquibancada, a mesma que anima e faz a diferença, seja em que número estiver.

Mas, o que é a Canomania?

Trata-se de uma ação, visando colocar o Alvinegro entre os 40 clubes mais bem apostados na Timemania, modalidade de apostas da Caixa Econômica Federal. O Americano é o único clube do interior do Rio de Janeiro na categoria.

A Timemania foi criada para ajudar os clubes participantes a pagarem suas dívidas com o governo brasileiro. Ela funciona de maneira similar à Lotomania. Porém, ao invés de escolher 50 números para acertar 20, escolhe-se 10 para atingir sete. E existe um sorteio separado, onde é contemplado um time: o seu time do coração.

Do total arrecadado, os clubes recebem 22% que são destinados ao pagamento de dívidas com o INSS, FGTS, Receita Federal e outros impostos devidos à União. Caso a agremiação não tenha débitos nesse sentido, o valor arrecadado fica disponível para ser empregado da forma que sua administração julgar melhor.

Hoje o Glorioso de Campos está na 35ª posição. A permanência entre os 40 primeiros, conquistada pela primeira vez em 2021, precisa ser firmada em dezembro deste ano.

Atualmente a diferença do Cano para o Ipatinga, 41º colocado, é de 11.094 apostas, de acordo com apuração publicada nesta sexta-feira (28), pela Caixa Econômica Federal. Se o objetivo for alcançado, a remuneração do banco passa de R$8 mil para aproximadamente R$60 mil, a partir do próximo ano.

– Trata-se de um dinheiro que é todo reinvestido dentro do clube. E que hoje nos ajuda a pagar despesas gerais do dia a dia. E se tudo acontecer conforme as nossas expectativas, chegaremos ao fim do ano entre os 40 primeiros. Isso pode nos elevar a uma cota que colaboraria substancialmente com todas as necessidades do Americano. Quem sabe, com mais essa força do nosso torcedor, poderemos atingir esse novo patamar, já com a vaga na Série A garantida – pontuou o presidente alvinegro, Vagner Xavier.

Acesse o ranking atual da Canomania

A ideia de impulsionar as apostas no clube, partiu do torcedor Luiz Carlos Tavares, 68 anos, apoiado pelo advogado Murilo Nunes, jornalista Leandro Dutra, funcionário público Diogo Santos e pelo empresário Cyro Dieguez.

Canomania foi a identificação escolhida pelo professor e arquiteto Davi Fernandes, para melhor promoção da iniciativa. Outros nomes colaboram diretamente com o movimento, como Eduardo Parente, Roberto Pessanha e Paulo Eduardo Barros, formando assim o Comitê do projeto.

– Desde quando iniciamos a Canomania, a ideia era reunir o máximo de torcedores para o projeto. Seguimos precisando de apoio. E há 3 meses, foi criada a “Vaquinha da Sorte”, com valores bem acessíveis visando uma gama de colaboradores que talvez, por conta da crise que enfrentamos, não haviam ainda se aproximado. Hoje, acreditamos nessa adesão e no triunfo ao final de dezembro – pontuou Luiz Carlos, idealizador da campanha.

Para a montagem do Bolão da Canomania, o torcedor deve desembolsar R$36, como cota mínima para 12 concursos. Não há número limite para aquisição de frações.

Mais que isso, o movimento defende a participação do torcedor da arquibancada, não importando quantas cotas ele vai adquirir. Tanto é verdade, que na “Vaquinha” a contribuição mínima é de apenas R$6.

Para participar de ambas as iniciativas, os interessados devem integrar o grupo de WhatsApp coordenado pelo movimento.

Quanto maior o número de cotas, maior o de apostas. O Bolão da Canomania premia quando há acerto do primeiro e segundo prêmios. Já a Vaquinha, vai além, pagando também se der Americano no time do coração.

Neste momento, o objetivo está sendo atingido com a atual vantagem para o 41° colocado. Mas, para Luiz Carlos Tavares, o engajamento nesse último semestre se faz essencial:

“Esse quantitativo precisa ser aumentado para não ser repetido o que ocorreu com o Bangu, ultrapassado em mais de 10 mil apostas no último concurso de 2020. E nos mais recentes, em 2021, times que estão atrás do Americano, estão elevando o número de apostas. É algo para termos atenção. Precisamos nos mobilizar também, para seguir na frente”, frisou.

O movimento conta com 160 torcedores e com maior adesão nos próximos seis meses, a tendência é de um resultado de muito sucesso. O torcedor alvinegro também pode fazer apostas avulsas em casas lotéricas ou pelo site da Caixa, às terças e quintas-feiras e aos sábados. Cada aposta custa R$3 e o Americano sendo sorteado no Time do Coração, o prêmio ao apostador é de R$7,50.

Por: Arnaldo Garcia

3 COMENTÁRIOS

  1. Você Campista que gosta de futebol, independente de torcer ou não para o Americano, pode participar, pois assim estará colaborando para que em Campos possamos ver grandes times do Brasil jogando em nossa Cidade!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui